• instagram-logo
  • YouTube Social  Icon
  • Twitter Social Icon
  • Convocação AELB

© 2019 por Wittenberg

AELB

Academia Evangélica de

Letras do Brasil

Cadeira 32

Titular

Acad. Eliúde Lima M. de Oliveira

Quatro ocupante desta cadeira.

 

Eliude Lima Marques de Oliveira, membro da Cadeira 32 da AELB, nasceu em Jaboatão dos Guararapes (PE) em 21 de outubro de 1948, é membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus da cidade de S. Roque (SP), onde reside. 

Formada em Comunicação Social (com habilitação em Relações Públicas) e tem a Licenciatura Plena em Educação Religiosa, é casada com o Pr. Misael Leite de Oliveira, tendo quatro filhos e seis netos.

Dentre suas atividades profissionais, trabalhou na Cruzada Mundial de Literatura, no Ministério da Aeronáutica (por 12 anos), no Ministério do Trabalho (por 6 anos) e no Ministério da Previdência Social (por 5 anos).

Quanto à sua vida eclesiástica, é nascida em berço cristão, sendo batizada nas águas em 1963, aos 15 anos de idade. Desde cedo trabalhou com departamento infantil, com jovens e com departamento de senhoras nos Círculos de Oração. Atualmente é preletora em ministração de família, encontro de casais etc. Além destas tarefas, realizou atividades missionárias em diversos países da África, assim como em outros continentes.

No tocante a produção literária, lançou os seguintes livros: “Primícias do meu jardim” (poesias e peças), 1972 (CPAD, 2 edições - 15 mil exemplares), “Apoteose aos campos brancos” (peças e jograis para as diversas datas comemorativas da igreja, Ed.  CPAD, 4 edições num total de 20 mil exemplares, Luzes do arrebol” (poesias e peças, 2 edições, 6 mil exemplares), “Círculo de Oração em festa” (4 mil exemplares), “Manual do Círculo de Oração” (Ed. CPAD, diversas edições - 11 mil exemplares), e “Ensinando a criança no Caminho” (lançamento em 2019).

Além de livros próprios, participou da “Antologia da Nova Poesia Evangélica” (CPAD, 1980), “Fernando de Noronha - Poemas e Canções” (Vol. 2 da Coleção F. de Noronha aprovada pela Editorial da Univ. Fede de Pernambuco, da escritora e poetisa Marieta Borges), “História da Assembleias de Deus” (2ª edição) – Poesia, “Ressonâncias do Paraíso” (Mário Barreto França – Poesia), “Janelas Abertas no Céu” (poesias, contos, jograis (de Samuel Costa – Prefácio), além de vários artigos no jornal “O Mensageiro da Paz” e da revista “A Seara”, ambos da CPAD, além das revistas do Ministério da Aeronáutica, “Aeroespaço” e “Aerovisão”.

3º ocupante

Acad. Pedro Luis de Araújo Braga

Terceiro ocupante desta Cadeira.

 

        PEDRO LUIS DE ARAUJO BRAGA, natural do Rio de Janeiro, 29.06.1926, escreveu, entre outros, CAPELA EVANGÉLICA. Filho de Flávio de Araújo Braga e Altair Deslandes Braga. 
Com 20 anos de idade, em 28.12.1946, foi declarado Aspirante a Oficial da Arma de Infantaria. Em 01.12.1949, com 23 anos, casou-se com Maria Dulce, com quem teve os filhos Suzana Maria, Arthur Afonso e Paulo César. Como militar(General-de-Exército), por mais de 48 anos de efetivo serviço, teve atuação em Santa Catarina, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Rio Grande do Sul e São Paulo. Cursou a Escola de Material Bélico, Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais, Escola de Comando e Estado Maior do Exército e Escola Superior de Guerra.
Comandante da 16ª Brigada de Infantaria Motorizada, Diretor de Administração Financeira do Exército, Comandante Militar do Planalto e 11ª Região Militar, Secretário de Economia e Finanças e Comandante Militar do Sudeste.
É Mestre em Aplicações Militares e Doutor em Aplicações, Planejamento e Estudos Militares.
No exterior integrou o 3º contingente do “Batalhão Suez”, compondo a Força de Emergência das Nações Unidas, como Oficial de Informações e de Operações. Foi selecionado também para o cargo de Assessor Militar Brasileiro junto à Escola de Comando e Estado Maior do Exército dos EUA, cumulativamente com o cargo de Redator-Editor da Edição Brasileira da “Military Review”. Como Chefe da Seção Brasileira , era um dos apenas seis estrangeiros considerados membros do Estado-Maior daquela Escola e instrutores no Departamento de Estratégia.
Ao término de sua missão, recebeu, em reconhecimento ao seu trabalho e em cerimônia oficial, o diploma e o distintivo de conclusão do Curso de Comando e Estado-Maior do Exército dos EUA.
Presbítero da Igreja Presbiteriana de Copacabana, onde dirige o Departamento de Educação Cristã e professor de uma grande classe de adultos da Escola Bíblica Dominical.
Membro titular da Academia Evangélica de Letras do Brasil, na Cadeira 32, cujo Patrono é o Poeta Jônatas da Cunha Braga, primeiro ocupante. Antes do General Pedro Luis, foi segundo ocupante desta Cadeira 32, Abraão de Almeida.
Conselheiro do SASE – Serviço de Assistência Social Evangélico e da FBS Fundação Bênçãos do Senhor. Presidente de Honra da UMCEB – União de Militares Cristãos Evangélicos do Brasil. Decano da Capela Evangélica da Vila Militar. Considerado “Personalidade Evangélica do Brasil”.
Possui um acervo de 24 condecorações, dentre as quais se destacam as da Ordem do Mérito Militar, no mais alto grau – Grã-Cruz; e as das Ordens do Mérito Naval, do Mérito Aeronáutico, do Mérito das Forças Armadas, do Mérito Judiciário e do Rio Branco, todas no grau de Grande Oficial.
Em 27 de outubro de 1957, perdeu sua filha Suzana Maria, quando completara sete anos de idade. Em 25 de agosto de 1993, perdeu sua primeira esposa Maria Dulce, com quem foi casado por quase 44 anos. Do filho mais moço tem duas netas: Vanessa e Ana Paula. O General do Exército Pedro Luis de Araújo Braga é casado, desde 1996, em segundas núpcias, com Iza Silva de Araújo Braga, que era também viúva. Mencionado no site da Igreja Presbiteriana de Copacabana.

2º ocupante

Acad. Abraão de Almeida

Segundo ocupante desta Cadeira.

          Abraão de Almeida (Bom Jardim de Minas, 23 de setembro de 1939, é pastor, escritor e conferencista brasileiro.Formou-se em Teologia pelo Seminário Unido, no Rio de Janeiro. Foi ordenado pela Assembleias de Deus em 1979, e atualmente pastoreia uma comunidade de evangélicos brasileiros em Coconut Creek, na Flórida.

          Atuou como revisor da Bíblia Edição Contemporânea de João Ferreira de Almeida, trabalhando também na tradução da Nova Versão Internacional (NVI) da Bíblia. 

         Dentre os muitos livros escritos, destacam-se:

  • Israel, Gogue e o Anticristo (mais de 250.000 cópias vendidas).

  • Então virá o fim

  • Babilônia, ontem e hoje

  • Desafios da nossa época

  • O Sábado, a Lei e a Graça

  • A Reforma Protestante

  • Assim vive Israel

  • Israel de Herodes a Dayan

  • Deus revela o futuro

  • As visões proféticas de Daniel

  • O Tabernáculo e a Igreja

  • Tratado de Teologia Contemporânea

  • A Outra face dos Estados Unidos

  • História, Milagres e Profecias da Bíblia

  • O Deus dos Pobres

  • Lições da História

  • Suicídio

  • Homossexualismo

  • Deus, a Bíblia e o Universo

  • Evidências de um Criador

  • Manual da Profecia Bíblica

  • Teu é o Reino

  • Há uma luz no caminho

  • Apologia da Fé Cristã

  • Teologia Contemporânea

  • 201 Respostas

  • Mais 201 Respostas

  • Uma Profecia Para Hoje

  • O Cristão e a Escalada da Violência

  • História da Igreja Cristã

Patrono

Acad. Jônathas Braga

Primeiro ocupante desta Cadeira.

 

          JÔNATHAS BRAGA (Jônatas da Cunha Braga), natural de Recife(Rua Alecrim, São José), Pernambuco, 08.05.1908, escreveu, entre outros, “O POEMA DA VIDA”(1942), “A NOVA ALEGRIA”(1942), “O SUAVE CONVITE”(1948), “O MILAGRE DO AMOR”(1969), “O CÂNTICO DA MINHA ESPERANÇA”(1970), O CAMINHO DA CRUZ, A CANÇÃO DO SENHOR EM TERRA ESTRANHA, A ESTRELA DE BELEM.
Estudou na Escola Normal de Pernambuco e no Colégio Americano Batista do Recife. Formou-se em Teologia, pelo Seminário Teológico Batista do Norte do Brasil, no Recife. Licenciou-se em Letras Neolatinas, pela Universidade Federal de Pernambuco.
Além de Ministro Evangélico, foi professor de Português no Ginásio Pan-Americano, do Recife e no Colégio Agrícola de São Lourenço da Mata, da Universidade Federal Rural de Pernambuco.